top of page
  • Foto do escritorMárcio Freitas

Botox ✅ Você já ouviu falar muito. Mas você sabe tudo sobre o Botox?

Botox é uma marca para um tipo de tratamento cosmético injetável que contém toxina botulínica tipo A. É usado para relaxar e enfraquecer temporariamente os músculos que causam rugas e linhas no rosto, como aquelas linhas de expressão da raiva, os pés de galinha e as rugas na testa.


O Botox bloqueia os sinais dos nervos para os músculos, o que reduz a capacidade dos músculos de se contrair. Isso resulta em um efeito suavizante na pele acima da área tratada, que pode durar alguns meses.


Além de seus usos esteticos, o Botox também é usado para tratar condições médicas, como transpiração excessiva, enxaquecas / dores faciais e espasmos musculares.


Toxina botulínica (Botox) pra a face


A toxina botulínica é frequentemente utilizada para tratamentos estéticos na face, com o objetivo de suavizar as linhas de expressão e rugas.


Quando a toxina botulínica é injetada em músculos específicos da face, ela atua bloqueando temporariamente os sinais nervosos que estimulam a contração muscular. Isso resulta em uma redução na aparência de linhas de expressão, rugas e vincos na pele.


A toxina botulínica é mais comumente utilizada para tratar rugas na testa, entre as sobrancelhas e ao redor dos olhos, mas também pode ser usada em outras áreas do rosto.


O procedimento é geralmente rápido e relativamente indolor (dói um pouquinho mas é a dor da beleza) com resultados que podem durar de três a seis meses.


Hoje em dia o nosso metabolismo tem sido muito acelerado, por conta de uma rotina cada vez mais enlouquecida, com quase todas as pessoas fazendo atividades físicas (coisa boa né ?). Temos muito mais atividade do que tínhamos no passado e nossos olhos estão constantemente em frente a uma tela.

Com tudo isso temos notado que as pessoas têm tido um efeito mais temporário no uso da toxina botulínica e é por isso que as pessoas dizem que antigamente o botox durava seis meses e hoje ela dura em torno de três a quatro meses



Tipos de toxina botulínica


Existem várias marcas e tipos de toxina botulínica disponíveis no mercado, cada uma com suas próprias características e indicações. Os três tipos mais comuns de toxina botulínica utilizados para fins estéticos são:

1. Botox - a marca mais conhecida e amplamente utilizada de toxina botulínica. É produzido pela empresa Allergan.

2. Dysport - outra marca de toxina botulínica produzida pela empresa Galderma. É semelhante ao Botox em termos de efeitos e indicações, mas pode ser mais eficaz para algumas pessoas devido às suas propriedades de difusão mais ampla.

3. Xeomin - uma marca de toxina botulínica produzida pela empresa Merz. É um pouco diferente do Botox e do Dysport, pois não contém proteínas adicionais em sua fórmula. Há, o xeomin não é chinês, com algumas pessoas pensam.

4. Nabota (também conhecido como botulinum toxin type A free from complexing proteins). O Nabota também não é chinês.


Embora existam diferenças sutis entre esses tipos de toxina botulínica mas todos são geralmente considerados seguros e eficazes para fins estéticos quando administrados por um profissional qualificado. A escolha do tipo de toxina botulínica a ser utilizado dependerá das necessidades individuais do paciente e das recomendações do médico.


Embora seja raro, algumas pessoas podem ter alergia à toxina botulínica. As reações alérgicas à toxina botulínica são geralmente leves e incluem coceira, vermelhidão e inchaço no local da injeção. Em casos raros, pode ocorrer uma reação mais grave, como dificuldade para respirar, batimentos cardíacos acelerados ou tontura. Se ocorrer uma reação alérgica grave, é importante o médico usar imediatamente sua capacidade de tratar esse tipo de situação.


Além das reações alérgicas, algumas pessoas podem não ser candidatas ao uso da toxina botulínica devido a outras condições de saúde, como doenças neuromusculares, infecções ou cicatrizes no local da injeção. É importante discutir quaisquer preocupações médicas ou histórico de reações alérgicas com o médico antes de prosseguir com o tratamento de toxina botulínica.



Quem tem alergia a ovo pode usar toxina botulínica ?


A toxina botulínica é produzida por bactérias e não contém ovos em sua composição, portanto, a alergia a ovos não é uma contraindicação para o uso da toxina botulínica.

No entanto, se você tem uma alergia conhecida a algum dos outros ingredientes da formulação da toxina botulínica, é importante informar o médico antes de receber o tratamento. Além disso, se você tem histórico de reações alérgicas graves, mesmo que não relacionadas a ovos, é importante discutir essas preocupações com o médico antes de prosseguir com o tratamento de toxina botulínica.

O médico também pode realizar um teste de alergia antes de administrar a toxina botulínica, o que pode ajudar a identificar quaisquer reações alérgicas potenciais. Mas, em caso de reação alérgica durante ou após a administração da toxina botulínica, o médico certamente resolverá imediatamente.


Toxina botulínica tem albumina?


Sim, algumas formulações de toxina botulínica podem conter albumina, uma proteína encontrada no sangue humano e animal. A albumina é frequentemente adicionada à toxina botulínica como um estabilizante para ajudar a manter a eficácia do produto durante o armazenamento.

No entanto, algumas pessoas podem ter alergia ou intolerância à albumina


Qual marca de toxina botulínica não tem albumina?


Algumas marcas de toxina botulinica

* Xeomin (também conhecido como incobotulinumtoxin A)

* Bocouture (também conhecido como botulinum toxin type A free from complexing proteins)

* Nabota (também conhecido como botulinum toxin type A free from complexing proteins)

No entanto, é importante lembrar que a presença ou ausência de albumina em uma formulação de toxina botulínica não é a única consideração importante ao escolher um produto. Outros fatores, como eficácia, segurança e experiência do médico com a marca e formulação escolhidas, também devem ser levados em conta.


Toxina botulínica não faz efeito em algumas pessoas?


Embora a toxina botulínica seja geralmente muito eficaz em reduzir as linhas de expressão e rugas faciais, pode haver casos em que ela não produz resultados satisfatórios. Algumas das razões pelas quais a toxina botulínica pode não fazer efeito em algumas pessoas incluem:

* Resistência: Em alguns casos, o corpo pode desenvolver resistência à toxina botulínica com o tempo, o que pode diminuir a eficácia do tratamento. Isso pode ocorrer se o tratamento for repetido muitas vezes ou se doses muito altas forem administradas.

* Dosagem inadequada: A dose de toxina botulínica necessária para produzir resultados efetivos pode variar de pessoa para pessoa, e uma dosagem inadequada pode não ser suficiente para produzir resultados visíveis. Isso às vezes acontece que se dilui muito a toxina em soro.

* Técnicas inadequadas: A técnica de injeção utilizada pelo médico também pode afetar a eficácia do tratamento. Injeções realizadas em locais inadequados ou com técnica inadequada podem não produzir os resultados desejados.

* Condições médicas: Algumas condições médicas, como doenças neuromusculares ou infecções no local da injeção, podem afetar a eficácia da toxina botulínica.

* Expectativas irrealistas: Por fim, é importante lembrar que os resultados da toxina botulínica podem variar de pessoa para pessoa e que algumas pessoas podem ter expectativas irrealistas quanto aos resultados que o tratamento pode produzir.

É importante discutir quaisquer preocupações com o médico antes de prosseguir com o tratamento de toxina botulínica e garantir que as expectativas e a dosagem do tratamento sejam realizados e adequadas às necessidades individuais de cada paciente.


Qual a dose ideal de toxina botulínica?


A dose ideal de toxina botulínica pode variar de acordo com o tipo de tratamento, a área de aplicação, a idade do paciente e outros fatores individuais. Geralmente, a dose é determinada pelo médico após uma avaliação cuidadosa do paciente e uma discussão sobre as expectativas de resultado.

No entanto, em geral, as doses recomendadas para a toxina botulínica variam entre 20 e 100 unidades, dependendo do produto utilizado e da área de aplicação. É importante lembrar que a dose deve ser individualizada para cada paciente e que doses muito altas podem aumentar o risco de efeitos colaterais.

Além disso, é importante que o tratamento seja realizado por um profissional qualificado e experiente, pois a técnica de injeção e a precisão da dose são fundamentais para a eficácia e segurança do tratamento.


O que pode alterar o efeito da toxina botulínica

Algumas coisas podem afetar a eficácia da toxina botulínica e alterar seu efeito. Algumas das principais são:

1. Resistência à toxina: Em alguns casos, o corpo pode desenvolver resistência à toxina botulínica com o tempo, o que pode diminuir a eficácia do tratamento.

2. Uso de medicamentos: O uso de certos medicamentos, como antibióticos ou medicamentos para a doença de Alzheimer, pode diminuir a eficácia da toxina botulínica. É importante informar o médico sobre todos os medicamentos que está tomando antes do tratamento.

3. Infecções ou inflamações na área de tratamento: Infecções ou inflamações na área de tratamento podem afetar a eficácia da toxina botulínica. É

4. Técnicas de injeção inadequadas: A técnica de injeção utilizada pelo médico também pode afetar a eficácia do tratamento. Injeções realizadas em locais inadequados ou com técnica inadequada podem não produzir os resultados desejados.

5. Exposição solar excessiva: A exposição solar excessiva pode afetar a eficácia da toxina botulínica, pois pode danificar a pele e afetar a absorção da toxina. É importante evitar a exposição solar excessiva após o tratamento.

6. Uso de álcool ou tabaco: O uso de álcool ou tabaco pode afetar a eficácia da toxina botulínica, pois pode prejudicar a circulação sanguínea e a absorção da toxina. É importante evitar o uso dessas substâncias antes e após o tratamento.

Em resumo, para garantir a eficácia da toxina botulínica, é importante seguir as orientações do médico e evitar fatores que possam afetar sua absorção e eficácia.

Exercícios físicos atrapalham o efeito da toxina botulínica

Não há evidências científicas de que os exercícios físicos atrapalhem o efeito da toxina botulínica. No entanto, recomenda-se evitar atividades físicas intensas nas primeiras 24 horas após a aplicação da toxina botulínica, pois o aumento da circulação sanguínea pode levar a uma maior dispersão da toxina, diminuindo sua eficácia na área de tratamento. Eu não peço pra não treinar, mas apenas não treinar com altas intensidades no mesmo dia da aplicação.


É sempre importante consultar o médico antes de iniciar qualquer atividade física intensa ou programa de exercícios, especialmente após a aplicação da toxina botulínica. O médico pode fornecer orientações específicas com base no tipo de tratamento realizado e na área de aplicação da toxina botulínica.

7 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page