75 3023-9999

Conheça alguns procedimentos faciais não invasivos

22/06/2018

Geralmente quando estamos insatisfeitos com alguma questão ligado a estética facial, sempre fazemos a ligação com as cirurgias plásticas. O que pode ser a solução perfeita para quem não optar pela cirurgia, são os procedimentos ditos invasivos que também dão a sensação de pele descansada e resultam em uma melhor aparência. Para quem prefere os procedimentos não invasivos, a rápida recuperação no pós-operatório e o retorno às atividades imediato.


Os dois tratamentos mais indicado para quem quer uma melhoria na aparência ou opta por não fazer uma cirurgia plástica, são o preenchimento facial com ácido hialurônico e a aplicação a toxina botulínica A.  Conheça as características de cada um.


O ácido hialurônico age preenchendo o espaço entre os tecidos, e, além de sua capacidade de preencher imediatamente após a aplicação, tem ainda a capacidade de atrair água para o local em que foi aplicado. Além do efeito de redução das rugas, o preenchimento também tem o propósito de hidratação profunda da pele


As principais aplicações são para suavizar o sulco nasolabial, popularmente conhecido como “bigode chinês”; preenchimento de olheiras profundas; rugas de marionete, as linhas que aparecem no canto dos lábios; e a suavização das linhas de expressão que aparecem na área da testa.


As únicas contraindicações para realização do procedimento são para os portadores de doenças autoimunes em atividade, mulheres em processo de amamentação, pessoas imunossuprimidas, e pessoas com alergia a qualquer componente da formulação. Ao contrário do que algumas pessoas acreditam, não há idade mínima para aplicação do preenchimento com ácido hialurônico, mas a procura para o procedimento começa entre os 25 e 30 anos.


O tratamento, que todos conhecemos como botox, consiste na aplicação de pequenas doses da toxina por meio de injeções e em pontos específicos da região que se deseja tratar. O número de aplicações necessárias e os pontos em que serão aplicados são definidos de acordo com os objetivos do paciente e sob as recomendações médicas. A intenção é que os resultados do tratamento sejam sempre os mais naturais possível, por isso a opinião de um especialista é fundamental.


As injeções são superficiais, por isso, nas aplicações, é usada uma agulha bem pequena e fina, que causa pouca ou nenhuma dor aos pacientes. Em geral, não é preciso anestesiar o local antes do procedimento e tampouco exige-se repouso ou recuperação após o tratamento.

A aplicação da toxina botulínica não leva mais do que meia hora e é feita quase sempre em uma única sessão. Os efeitos já podem ser sentidos após somente 48 horas, mas eles não são definitivos. Normalmente, eles duram de 4 a 6 meses. Depois, é necessário fazer uma nova aplicação.


Apesar de pouco invasivos, esses procedimentos devem ser feitos por profissionais especializados. Os perigos por infecção ou o mau uso das substâncias podem causar efeitos irreversíveis. Procure sempre um médico especialista em procedimentos faciais.


Entre em contato em caso de dúvida, informações ou orçamentos

(75) 3023-9999 ou Whatsapp: (75) 99244-5555